quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Aquelas ferias...

No dia da viagem, que finalmente chegava após ano de espera, fomos nos dirigindo para o aeroporto onde nos esperava o avião para nos levar ao destino paradisíaco, que iria dar-nos ferias merecidas... Vestidos normalmente para viajar, onde levavas um pratico vestido que demonstrava tuas curvas deliciosas, eu de calções e camisola, para podermos repousar durante o voo... Fizemos o check-in, tudo correndo bem, sentados na sala de espera, onde éramos os únicos esperando aquele avião, falávamos do que achávamos que íamos encontrar ao chegar... Admirando teu corpo, ia ficando tolo com o que via, apetecia-me beijar-te ali naquele sitio, juntei-me a ti e ali deite um beijo que arrepiou meu corpo e o teu... Ficando cada vez mais louco, apetecia-me ali fazer amor contigo, sentindo que tua vontade aumentava também, então encostei-me a ti, apertei-te bem e fomos andando para um sitio mais privado, não encontrava-mos, então decidi encostar-te a um canto, e levantei um pouco o vestido, coloquei tuas pernas em volta das minhas e ali mesmo entrei e senti-te molhada, e gememos imenso, pois o risco de sermos apanhados, ainda nos deixava mais cheios de tesão... Ficamos cheios de vontade de repetir, mas chegava a hora de entrar dentro do avião... Fomos com sorrisos de orelha a orelha, mostrando a felicidade que tínhamos por estar ali, pensavam as pessoas com quem cruzávamos... Entramos no avião, dirigimos-nos ao nosso lugar, mas mais ninguém entrava, ia ser só o nosso voo... Quando o avião levantou voo, rimos pelo que tínhamos feito, onde tínhamos feito, mas a vontade de repetir em lugar publico era imensa e ali, nos nossos locais começamos a beijar-nos loucamente, percorria teu corpo com minha mãos, e tu gemias de prazer, davas dentadas no meu corpo e eu gemia e torcia-me com o toque... Então, resolveste tomar a iniciativa e sentaste em cima de mim, e despiste-me os calções, com tua mão tocavas nele, deixavas-me tolo, brincavas, dizias que adoravas minha cara, quando me tocavas ali... Então, foi quando pegaste nele e sem tirar as tuas cuecas, colocaste-o todo dentro de ti... Gememos bem alto, e ali, lançada para me levar ao céu, cavalgaste em cima de mim, e juntos gozamos e viajamos bem mais alto do que o avião nos levava... Aquele dia, aquela aventura... Hum, que prazer ter-te assim do meu lado... E pronto, depois acordei, virei-me para o lado e ali estavas tu com tua face de rainha e corpo de princesa, fazendo-me suspirar por te amar...

1 comentário:

pink poison disse...

Lindo!
O amor alimenta-nos, alimenta quem é amado... Bons sonhos