domingo, 5 de fevereiro de 2012

Ali naquele beco...

Na rua onde passeava contigo,
De mãos dadas percorríamos,
Ruas desertas de pessoas,
Apenas eu e tu lá estávamos...
Encontramos um beco,
Onde o sol pouco tocava,
Era iluminado pela sombra,
E chamava por nós...
Fomos ver o que tinha,
Entramos lá dentro,
Para ver o que se encontrava,
Apenas paredes húmidas lá estavam...
Sentimos uma vontade louca de beijar,
Assim encostamos nossos lábios,
Demos beijos loucos de prazer,
Com vontade de mais ali ter...
Minhas mãos percorreram teu corpo,
Tuas meu corpo tocaram,
Na rua não quiseste despir,
E pediste para te possuir...
Assim naquele beco,
Desapertei tuas calças,
Minhas calças abri,
Entrei dentro de ti...
E gemidos de prazer,
Foram sentidos ali,
Com enorme satisfação,
E desejos de mais...
Gozaste uma vez,
Comigo dentro de ti,
Pediste para não parar,
Mas assim o fiz...
Apertei tuas calças,
As minhas fechei,
Peguei na tua mão,
E levei-te para a rua...
Estava gente a passar,
Coraste de ver,
Que podiam perceber,
Que ali tinhas tido prazer...
Fomos para casa,
Para continuar o ter,
Prazer de gemidos,
E entrar e sair...

1 comentário:

Del Xiesca disse...

parabéns pelas ilustrações que selecciona. fantásticas imagens! :)