domingo, 14 de março de 2010

Esperando por ti...

Usando som ambiente, luzes de velas, pedaços de roupas indicando o caminho que se deve seguir, deixando prever o que se vai encontrar, mas sem deixar marcas de como, deixando na duvida se toda aquela roupa era a que tinha vestida, ou se era mais apenas para confundir, deixando quente a casa, desde a porta de entrada até ao quarto onde deitado na cama ansiava pela tua visão... Esperando que o teu ser se aproximasse e me tocasse, depois fechava os olhos e deixava os meus dedos tocar-te... E depois, hum, ficamos por aqui, porque o que acontece de seguida apenas eu e tu saberemos... Hum...

2 comentários:

Mascarada disse...

Adorei do detalhamento da cena..

Anónimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado