quinta-feira, 13 de agosto de 2009

...


Como costumo dizer, podemos sempre limpar as coisas más de alguma forma, geralmente eu tenho duas, ou fico de tal forma imobilizado, ou então destruo qualquer coisa... A primeira é dolorosa, e a segunda custosa... Mas em qualquer uma das duas, agradeço sempre o facto de me acontecer, pois muitas vezes evita males maiores... Sentimentos que podem parecer contraditorios, mas que até muitas vezes, nos vêm ajudar a perceber que a vida nem sempre sorri como queremos... Mas a certeza de que nos braços de alguém nos vamos sentir seguros... Nos sentimos como uns deuses... Falemos de coisas bem mais agradaveis... Os teus braços, saboreio o doce sabor do amor, senti-me seguro, sem dores... Ficando ali, sorrindo e querendo apenas que ali pudesse ficar sempre, para não sentir as dores que se apoderavam de mim... Na tua ausencia, o refugio é no meu pensamento com as dores, lá longe, pensando em ti, vendo teu sorriso meigo, doce... Ficando derretido nos teus braços, ficando com a minha mente colada a ti... Ali, percebo que o meu sonho é uma realidade do teu lado, esquecendo que existe coisas que nos levam para baixo... Não querendo nada mais, apenas ficar a apreciar o teu amor, e poder entregar-me ainda mais a ti... Dando de mim, a ti, tudo o que posso... Amando-te simplesmente até ao mais longe horizonte do infinito...

1 comentário:

PQNA disse...

Eu li...
sem palavras para deixar...

bjs