quarta-feira, 15 de abril de 2009

Saudades de ti...


Saudade daqueles dias em que a chuva nos fazia ficar juntos em casa a aproveitar o nosso calor... Saudades dos momentos que ambos partilhavamos aquilo que mais queriamos durante o dia e que depois durante a noite, apenas relembravamos o que tinhamos passado... Sabemos que estamos longe durante o dia e que a saudade aperta demais, mas que a força que temos, nos faz sobreviver ao tempo em que distância é longa... Amantes eternos de um amor contlemplativo do que amar... Longevidade que nos faz prever que à medida que o tempo passe, também a saudade aumente e assim como o nosso amor... Saudades de ti, de te sentir nestes dias frios com o teu calor e nos dias quentes, de sentir o teu frio... Saudades de estar junto de ti e ver-te adormecer e dar-te carinhos enquanto o fazes... Saudades de ti, simplesmente porque o meu amor por ti, é algo que me faz mexer... Sabendo que a saudade é apenas uma forma de sabermos que o sentimento está ali e que nos faz recordar é algo que anseio que passe, porque isso significa que te tenho nos meus braços... Saudades de ver o tempo passar do teu lado... Sentindo a chuva bater no nosso rosto e o sorriso estar sempre ali, porque adoramos o momento, porque o vivemos lado a lado... Saudades de ti, simplesmente...

1 comentário:

BARBY disse...

É por causa da distância que os beijos começam a ser sonhados e os abraços tão desejados.

Os encontros tornam-se desejos...

BEIJOS LINDO...