quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Estar do lado...

Quando dizemos que estamos do lado, não é apenas para dizer, é porque estamos mesmo... Porque nos preocupamos, porque queremos estar perto, nos momentos dificeis e faceis... Nos faceis qualquer um consegue estar, nos dificeis, não, só mesmo quem se importa... Estamos aqui... Apenas aqui...

Felicidade num ponto sem retorno...

O porque de a felicidade ser uma coisa tão dificil de atingir, e porque não podemos ser felizes com todos que nos rodeiam, porque é que se um lado tapa, o outro destapa??? Porque é que a felicidade quando vem, não é no seu todo??? Porque é que temos sempre que fazer escolhas e deixar alguém de lado??? Não poderemos ter uma comunidade que nos rodeie??? Que escolha a felicidade também??? Porque para sermos felizes, temos que fazer com que nos odeiem??? Fazer com que as coisas que queremos, fiquem tão dificeis de atingir que nos façam fazer escolhas??? Porque é que o sofrimento, traz sempre amargos e odio??? Desculpem, não entendo, apenas quero ser feliz...

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Morte...

Ontem perguntaram-me o que era a morte, disse-lhes que era quando alguém partia deste mundo, entrava no seu reino e conseguia na mesma ajudar quem cá fica, é quando a nossa missão termina, mas depois perguntaram-me o que eu achava da morte quando tinha 14 anos, e ai a definição mudou, era algo que acontecia a alguém e que a pessoa ia para baixo da terra, nada mais, deixava de estar entre nós... Agora que olho para uma definição e para outra, percebo que cresci, aprendi a ver as coisas de outra forma, gostaria que todos podessemos ver as coisas de uma forma sem dar sofrimento a alguém... Porque é que tive que crescer de uma forma tão dolorosa??? Porque não me deixam em paz??? Porque não me deixam??? Apenas quero chegar ao meu paraiso... Apenas quero o meu anjo... Apenas quero ser feliz... Apenas... Não me tirem do meu paraiso, não me tirem o meu anjo... Não me estraguem, não me deixem na escuridão, apenas porque não querem... Deixem-me...

O medo...

Pela primeira vez na minha vida, descobri que o que as outras pessoas fazem, podem provocar medo, pela primeira vez, sinto que vou perder algo, pelas acções dos outros, não por mim, mas sim, pelos outros, não quero, não quero mesmo... Apenas queria que todos pensassem apenas na sua felicidade e não em estragar a dos outros... Desculpem, estou farto deste mundo, estou farto de pessoas que só pensam em si, estou farto... Não quero, não quero mesmo que os outros façam mal, estou farto, não quero mais viver assim, o porque de as coisas quando começam a ficar encaminhadas, existe sempre algo??? Se for algo meu, tenho que corrigir, agora por causa dos outros, isso não... Não admito... Não quero... Simplesmente não...

domingo, 23 de novembro de 2008

Estou estando...

Muitas vezes estamos mais sem estar do que estando... Estamos mais estando pouco do que muito, muitas vezes queremos estar mas não conseguimos, em tudo o que queremos e podemos estar, tentamos sempre estar sempre de corpo presente, porque então devemos estar sem estar??? Não é preferivel estar de corpo e alma, do que só de corpo??? Estou não estando e não estou estando, logo, assim que as portas do paraiso se abrirem, estarei sempre estando...

Paraiso...

Todos o procuramos, todos o queremos, mas será que todos conseguimos olhar e vê-lo??? Eu já estive num, eu já senti o que é... Busco-o e sei que ele está perto, sei onde o encontrar, desculpem, mas tenho de ir para o meu paraiso, senti-lo de perto, deixar que ele consiga abrir as suas portas, de forma a que possa lá entrar... De forma a que o paraiso que todos sonhamos finalmente entre dentro de mim... Obrigado por todas as aprendizagens que tive, obrigado por tudo o que me ensinaram, adorei, até chegar a ele... Simplesmente estou perto dele...

sábado, 22 de novembro de 2008

...

... apenas isto para dizer ...

sábado, 15 de novembro de 2008

Lagrimas...

Lagrimas, são salgadas, são sentimentos de tristeza, na sua maioria, geralmente, servem para depois de as termos a escorrer, podermos levantar, podermos voltar a sorrir, aparecem muitas vezes em locais e alturas, que não nos interessam mesmo nada, mas pronto, fazem parte do nosso ser, e fazem parte da condição humana, por mim falando, não gosto de as provocar, mas infelizmente, também as provoco, mesmo tendo sempre o objectivo do sorriso, mas as condições que a vida nos vai colocando à frente, não ajudam, e não deixam que nos apresentemos sempre em condições de as evitar nos outros... Espero que um dia consiga deixar de as provocar, mas infelizmente não sou ainda capaz...

"Loucos de Lisboa..."

Parava no café quando eu lá estava
Na voz tinha o talento dos pedintes
Entre um cigarro e outro lá cravava
a bica, ao melhor dos seus ouvintes
As mãos e o olhar da mesma cor
Cinzenta como a roupa que trazia
Num gesto que podia ser de amor
Sorria, e ao sorrir agradecia
São os loucos de Lisboa
Que nos fazem recordar
A Terra gira ao contrário
E os rios correm para o mar
Um dia numa sala do quarteto
Passou um filme lá do hospital
Onde o esquecido filmado no gueto
Entrava como artista principal
Compramos a entrada p'ra sessão
Pra ver tal personagem no écran
O rosto maltratado era a razão
De ele não aparecer pela manhã
São os loucos de Lisboa
Que nos fazem recordar
A Terra gira ao contrário
E os rios correm para o mar
Mudamos muita vez de calendário
Como o café mudou de freguesia
Deixamos de tributo a quem lá pára
Um louco a fazer-lhe companhia
E sempre a mesma posse o mesmo olhar
De quem não mede os dias que vagueam
Sentado la continua a cravar
Beijinhos as meninas que passeiam.
São os loucos de Lisboa
Que nos fazem recordar
A Terra gira ao contrário
E os rios correm para o mar

"Se eu fosse um dia o teu olhar..."

Frio, o mar
Por entre o corpo
Fraco de lutar.
Quente,
O chão
Onde te estendo
E te levo a razão.
Longa a noite
E só o sol
Quebra o silêncio,
Madrugada de cristal.
Leve, lento, nu, fiel
E este vento
Que te navega na pele.
Pede-me a paz
Dou-te o mundo
Louco, livre assim sou eu
(Um pouco mais...)
Solta-te a voz lá do fundo,
Grita, mostra-me a cor do céu.
Se eu fosse um dia o teu olhar,
E tu as minhas mãos também,
Se eu fosse um dia o respirar
E tu perfume de ninguém.
Se eu fosse um dia o teu olhar,
E tu as minhas mãos também,
Se eu fosse um dia o respirar
E tu perfume de ninguém.
Sangue,
Ardente,
Fermenta e torna aos
Dedos de papel.
Luz,
Dormente,
Suavemente pinta o teu rosto a pincel.
Largo a espera,
E sigo o sul,
Perco a quimera
Meu anjo azul.
Fica, forte, sê amada,
Quero que saibas
Que ainda não te disse nada.
Pede-me a paz
Dou-te o mundo
Louco, livre assim sou eu
(Um pouco mais...)
Solta-te a voz lá do fundo,
Grita, mostra-me a cor do céu.
Se eu fosse um dia o teu olhar,
E tu as minhas mãos também,
Se eu fosse um dia o respirar
E tu perfume de ninguém.
Se eu fosse um dia o teu olhar,
E tu as minhas mãos também,
Se eu fosse um dia o respirar
E tu perfume de ninguém.

"tudo o que eu te dou..."

Eu não sei, que mais posso ser
um dia rei, outro dia sem comer
por vezes forte, coragem de leão
as vezes fraco assim é o coração
eu não sei,
que mais te posso dar
um dia jóias noutro dia o luar
gritos de dor, gritos de prazer
que um homem também chora quando assim tem de ser
Foram tantas as noites
sem dormir
tantos quartos de hotel
amar e partir
promessas perdidas escritas no ar
e logo ali eu sei...
Tudo o que eu te dou
tu me das a mim
tudo o que eu sonhei
tu serás assim
tudo o que eu te dou
tu me das a mim
tudo o que eu te dou
Sentado na poltrona, beijas-me a pele morena
fazes aqueles truques que, aprendes-te no cinema
mais, peço-te eu,
já me sinto a viajar para,
recomeça, faz-me acreditar
Não dizes tu,
e o teu olhar mentiu
enrolados pelo chão
no abraço que se viu
é madrugada ou é alucinação
estrelas de mil cores
extasy ou paixão
hum, esse odor, traz tanta saudade
mata-me de amor
da-me liberdade
deixa-me voar, cantar, adormecer
Tudo o que eu te dou
tu me das a mim
tudo o que eu sonhei
tu serás assim
tudo o que eu te dou
tu me das a mim
tudo o que eu te dou

Desilusões...

O que será a verdadeira desilusão??? Será nós desistirmos de nós proprios, ou será lutarmos por nós??? Será dizer o que as pessoas querem ouvir, mesmo não sendo o que sentimos, ou dizendo as coisas, mesmo que não seja aquilo que se espera, mas sendo sempre o que se sente??? Será olhar para o espelho e não se identificar com a imagem que vê, porque não está na sua plenitude, ou será olhar para o espelho e conseguir ver no fundo o que é, mas estando sempre na plenitude dos seus actos??? Ou podemos chamar desilusão a qualquer coisa que nos faça chorar??? Ou será desilusão apenas viver??? Apenas sei que a desilusão é sentimento que pode revoltar, mas a luta pelas coisas que queremos, sabemos, que ao certo vai haver alguém que vai-se desiludir connosco... Isso é uma certeza que tenho... Mudei, não sei, desiludi, sim, mas a certeza de que a luta pela felicidade, está no auge e que a quero mesmo, preciso dela, o Mundo, pode desabar se não a conseguir... Por isso, as minhas desculpas, a quem desiludi...

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Cantores...

Como podemos dizer que um cantor é melhor que outro, se quase todos os cantores, grupos, pelo menos uma vez na vida fazem uma musica que fica nos ouvidos... Por isso cada vez que oiço, musica, aproveito o que ela tem para me dar, e não me interessa quem canta, apenas a quero para meu bem, sim, que a musica tem sempre algo que nos faz levantar, mesmo que primeiro nos leve ao fundo, mas depois de ajudar a libertar o que temos, a musica, não interessa o cantor, leva-nos para cima...

Nada de jeito...

Estaremos sós no mundo??? Estaremos apenas a lutar para aquilo que estamos traçados, ou conseguimos lutar por tudo e por nada, e conseguimos ir além daquilo que estava traçado para nós??? Podemos sempre pensar que a nossa luta é igual, desigual ou até mesmo sem destino, mas uma coisa é certa se o defendemos, é porque o achamos correcto, se o tentamos, é porque necessitamos dessa luta... Ora muito bem, então depois de tanto falar, o porque da primeira pergunta, se nos achamos assim tão inteligentes e se sabemos, ou imaginamos que temos outros seres, noutros planetas, paremos e pensemos, se somos inteligentes, não se deviam vir unir a nós??? Pois sempre aprendemos que o que é bom, é onde devemos estar, então o porque de eles não virem cá??? Pronto, depois disto, quero explicar que afinal não somos assim tão inteligentes como pensamos, principalmente, porque o ser humano tem uma maneira fantastica de facilitar o que é dificil e complicar o que é facil...

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Dormir...

Para que servem tantas horas??? tanto tempo que se está deitado, porque não aproveitar para se poder olhar para as coisas belas que a vida tem... E se acham que não tem, enganem-se e destapem os olhos, pois todos nós temos coisas belas para que olhar, as vezes só não sabemos onde estão... Pode ser desde um simples quadro, a um simples olhar, a uma simples paisagem, ate mesmo o barulho do mar, como vêm existem mais de um milhar de coisas que podem ser belas para alguém... Já agora, dormir, o que é e qual o seu significado??? Será que foi nos imposto, porque não dormir apenas quando o corpo já não aguenta mais...

Musica...

Ai está uma coisa que nos faz sentir bem, existem sempre umas que puxam para cima, e outras que nos ajudam a libertar as coisas que temos... Por exemplo as lagrimas, a raiva e essas coisas más... Ou melhor, boas, porque assim fazem com que cresçamos... Musica, existem varios tipos, mas isso também existem diversos tipos de pessoas, por isso não podemos nunca defenir um estilo como o melhor... Podemos sim, apreciar a musica, deixar que ela entre e que percorra os caminhos que cada uma têm... Pois só assim podemos saber o que a musica nos faz libertar... Já agora, será que existe mais do que uma musica para cada pessoa??? ou só uma é que é de cada um???

Anjos...

Muito bem, uma grande duvida, eles estão do lado direito ou do lado esquerdo das nossas pessoas??? eles protegem sempre, isso sem duvidas, mas gostaria de saber, se me tenho que virar para o lado esquerdo ou para o direito, pois se todos temos um, gostaria de saber de que lado é o meu, e já agora, os anjos estão para todas as pessoas do mesmo lado???

Fotos...

Sempre ouvi dizer, que os indios tinham uma maxima que defendia que as fotografias tiravam parte da alma a uma pessoa, aprendi isso um pouco e interiorizei isso, sempre tive um pouco aversão a fotos... No outro dia, ouvi dizer que as fotos têm temperatura, se assim for, vou querer tirar muitas quentes, para os dias de frio... E já agora a alma, a unica coisa que vai lhe retirando algo, somos nós mesmo, pois só nós, donos e senhores da alma, é que conseguimos cortar algo dela... Mas pronto, o que interessa é que o fascinio pelas fotos, pelas belas, vai crescendo, se calhar não participando, mas olhando para elas... E ainda não percebi qual a temperatura, mas pelo que aprendi na minha vida, as coisas têm de se ir aprendendo aos poucos...

Oculos...

Ora muito bem, qual a diferença entre Oculos Escuros e Oculos de Sol??? Pois bem, os oculos escuros, que é o que eu uso, serve para usar 365 dias por ano, e até aquele dia extra nos anos de jogos olimpicos... e os oculos de sol, apenas quando está sol... Espero que assim fique explicado... lol...

Asneiras...

Ora muito bem, aqui estou a falar de nada e de tudo, podemos sempre falar do que falamos ou então do que não falamos, e do quando não falamos o que falamos e não falamos o que não falamos, existem sempre formas de falar, quer seja a falar, ou não falar, mas o que interessa é que dizemos e falamos sempre...

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Fascinio...

Teremos nós sempre o fascinios pelas coisas que geralmente nos fazem bem, e depois quando as coisas parecem correr mal, iremos sempre contra tal facto, mas durante a felicidade, gostamos, gozamos e somos os melhores, por tudo e por mais, as coisas quando acontecem, sempre aprendi, com fascinio ou não, contra ou a favor, tem sempre uma razão de ser, às vezes julgamos que a vida é injusta para nós, mas vejamos, quando algo de mal nos acontece e consegue derrubar aquele sorriso que sempre tivemos, parece que tudo o que vem a seguir só serve para destruir, mas não é assim, ou pelo menos, não deveriamos ver as coisas assim... Sentimos que somos o que somos, pelo que fazemos, como pensamos, mas isso quererá dizer que poderemos mudar só porque o bem ou o mal, aparece, aprendi à muito tempo atrás que quando estamos bem e caminhamos na areia da vida, ao olhar para trás, vemos sempre 4 pegadas, e quando as coisas estão mal, apenas aparecem 2, dizemos sempre que fomos abandonados por Deus, mas enganamo-nos, nessa altura ele está a levar-nos ao colo, para podermos caminhar nas dificuldades que temos... Obrigado por tudo e por sempre...

domingo, 9 de novembro de 2008

Mente...

O que uma mente consegue fazer??? muita coisas, principalmente consegue mostrar coisas que não são, de coisas que nem têm nada a ver, mas pode sempre ser um ajudante para as coisas que queremos, ou precisamos, pois, pelo menos ajuda imenso a sonhar... A Mente é a parte que mais formas dà à mesma coisa, mediante o dia e a disposição... Consegue ver o que não é nos dias melhores e consegue esconder o que realmente é nos dias piores... Um fascinio que gosto cada vez mais... A Mente...